23 agosto 2009

A zamba – não confunda com o samba de nossa terra – é um gênero musical de ‘baile’ do folclore argentino. Da região da Tarija e Sta Cruz. É ali, já com meio pé dentro da Bolívia.

O ritmo é motivo de controvérsia por essas bandas de “acá”. Tem gente que diz que é em 6 por 8. Mas há quem diga que é um ritmo mixto, com a base em 3 por 4 e a melodia em 6 por 8.

Tem, ainda, uma variante da zamba chamada de “campera” – por serem bailadas dentro de umas barraconas, las tiendas de campaña. A campera tem um ritmo mais stacatto e ligeiro que a zamba comum. Lembra um pouco a chacarera, outro ritmo muito forte daqui e, uma vez que se costuma tocar com o bandoneón, também lembra um pouco a maneira como se toca o chamané, que é um terceiro ritmo folclórico.



3 comentários:

Chico disse...

é muito mais do que uma letrinha trocada!!!!

Lucas disse...

Adorei. Vou tentar ver o programa todo!
Mercedes além de foda também é cultura!

... disse...

Muita cultura e de muitas partes... beijos nessa maravilha que este continente é...